Doe sangue – Programa Doando Vida

O que é o Programa Doando Vida?
O Programa consiste num cadastro interno composto por colaboradores municipais doadores de sangue, que tenham o vínculo direto com a Administração Municipal (Estatutário, CC, CLT, Estagiário e Inativo), dispostos a realizar doação de sangue em prol dos colegas e/ou familiares em 1º grau (cônjuge – pai -mãe e filhos).
Nos períodos considerados críticos, o Programa se mobiliza, promovendo uma campanha interna e espontânea, para ajudar nas demandas do nosso Município.

 Como funciona o Programa Doando Vida?
Através da solicitação de apoio ao colega, o cadastro é acionado e verificado a disponibilidade dos doadores, sendo realizada uma pré-triagem em saúde dos candidatos a doação de sangue. É providenciado o transporte e o acompanhamento do grupo, durante o processo de doação.

Como participar e ser um doador de sangue deste Programa?
Sua adesão neste cadastro é opcional e requer alguns cuidados básicos, estar saudável e preencher o cadastro disponibilizado nas ações internas promovidas pela Unidade, online, telefone, e-mail, ou pessoalmente. Faça a sua inscrição no formulário no final desta página.

Como solicitar apoio pelo Programa?
Solicitar junto a Eq. de Apoio Interprofissional de Saúde – EAIS / UASSST / DRH / SMPG
Rua Cândido Machado, 429, 2º andar, sala 201 – Centro
Fone: 3425-7602 (Opções 2 e 1) – Ramal: 4817
E-mail: ProgramaDoandoVida@canoas.rs.gov.br

 

ENTENDA A DOAÇÃO DE SANGUE

É um processo fácil, seguro e solidário pelo qual um doador voluntário vai a um centro especializado e disponibiliza seu sangue para ser usado em uma transfusão de sangue, salvando vidas.

Porque doar
O sangue humano não pode ser fabricado artificialmente, por isso, a doação é um ato de vital importância, os estoques dos bancos de sangue de todo o País precisam estar constantemente abastecidos para atender situações de emergência (ex. acidentes), pacientes internados ou em tratamento de longo período, cirurgias, etc…

O que é preciso para doar
Estar saudável, preencher os critérios necessários para doação de sangue.

Como é feita a triagem clínica para doas sangue
Consiste na avaliação da história clínica e epidemiológica, do estado atual de saúde, dos hábitos e comportamentos do candidato à doação para determinar se ele está em condições de doar sangue sem que haja prejuízo à sua saúde e a do receptor.
É importante, não omitir nenhuma informação no momento da triagem clínica, seu gesto é um ato de extrema responsabilidade.

Como é realizada a doação
A doação é a retirada de aproximadamente 450 mL de sangue e amostras para a realização dos testes laboratoriais, sem qualquer risco ou prejuízo a sua saúde. A coleta é feita por pessoal capacitado e sob supervisão de um médico ou enfermeiro.

Quanto tempo demora a doação
Aproximadamente 10 minutos a coleta. O procedimento completo (cadastro, triagem clínica, doação e lanche, leva em média de 40 minutos até uma hora, dependendo do fluxo de doadores no Banco de Sangue.

 

CRITÉRIOS PARA A DOAÇÃO DE SANGUE

 Veja se você se enquadra nos seguintes critérios
 

Estar em boas condições de saúde;

Apresentar documento oficial de identidade com foto expedido pelo órgão oficial. – Ex. Carteira de Identidade (RG ou RNE), passaporte, Carteira de Trabalho,  Carteira de Identidade de Profissional, Carteira Nacional de Habilitação e Certificado de Reservista.

O limite de idade para primeira doação é de 60 anos (se já doou, uma única vez);

Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doação com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou responsável legal.

Pesar no mínimo 50 K g com desconto de vestimentas;

Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa (caso seja após almoço, aguardar 2 h);

Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;

Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;

Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

Obs. Se você for do grupo de risco de pessoas com mais de 60 anos, aguarde
o fim da pandemia para poder doar.

Impeditivos temporários para doação de sangue
 

Gripe, resfriado ou febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;

Gestantes ou mães que amamentam bebes com menos de 12 meses;

Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana;

Tatuagem, maquiagem definitiva ou acupuntura nos últimos 12 meses;

Exposição à situação de risco para a AIDS (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas);

Exames, procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 06 meses;

Herpes labial e genital.

Impeditivos definitivos para doação de sangue

Doença de Chagas, malária;

Hepatite após os 11 anos de idade;

Ser portador dos vírus HIV (AIDS), HCV (Hepatite C), HBC (Hepatite B), HTLV;

Uso de drogas injetáveis;

Diabetes tipo I e II, insulino-dependente;

Se teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia.

Tire suas dúvidas, junto ao banco de sangue ou com um profissional da área da saúde, antes de se dirigir até o local da sua doação, outros critérios que impeçam a doação de sangue, serão verificados por ocasião da triagem clínica no banco de sangue.
Intervalos que devem ser respeitados entre as doações:
Mulheres: período de 90 dias/máximo de 3 doações nos últimos 12 meses;
Homens: período de 60 dias/máximo de 4 doações nos últimos 12 meses.

 

DOAÇÃO DURANTE O PERÍODO DE PANDEMIA

Considerando o comportamento epidemiológico da pandemia de SARS CoV-2 (Covid 19) no Brasil e no mundo, segue algumas orientações a serem aplicadas na triagem clínica, processo que envolve as etapas na doação de sangue

Candidatos à doação de sangue que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de países com casos autóctones confirmados de infecções pelo Covid 19 deverão ser considerados inaptos por 14 dias após o retorno destes países. Para este critério, considerar as informações disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus Covid 19 após diagnóstico clínico e/ou laboratorial deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindiquem a doação).

Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelo vírus Covid 19 deverão ser considerados inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas.

Candidatos à doação de sangue que permaneceram em isolamento voluntário ou indicado por equipe médica devido a sintomas de possível infecção pelo Covid 19 deverão ser considerados inaptos pelo período que durar o isolamento, no mínimo 14 dias se estiverem assintomáticos.

 

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO E SEJA UM DOADOR