33º Feira do Livro de Canoas
Prefeitura de Canoas

A FEIRA DO LIVRO

Patrona

Luisa Geisler é escritora e tradutora. Autora de “Contos de mentira” , “Quiçá” e “Luzes de emergência se acenderão automaticamente”. Foi duas vezes vencedora do Prêmio SESC de Literatura, além de ter sido duas vezes finalista do Jabuti, finalista do Prêmio Machado de Assis.

Patrono Demétrio Alves Leite
História

Em atuação desde 1982, a Feira do Livro de Canoas é considerada a segunda maior do RS. Ao longo dos últimos anos, a atração vem se desenvolvendo de maneira intensa, buscando o aprimoramento e a qualificação. A Feira do Livro de Canoas faz parte do Circuito Nacional de Feiras de Livro.

Foto Feira 2016
Cidade Homenageada

Esteio tem suas raízes nas ferrovias que semearam o desenvolvimento ao longo da Região Metropolitana de Porto Alegre. A cidade tem este ponto de convergência no caminho onde um mosaico de identidades e paisagens urbanas geraram um lugar que se convencionou chamar de Esteio.

Foto Feira 2016
Xerife da Feira

Lílian Monteiro é atriz e produtora da Trupe das Gracinhas, um grupo de teatro e mediação de leitura com brincadeiras clássicas infantis que busca através da arte, alternativas para o desenvolvimento social e também faz parte do Núcleo de Pesquisas Beckett-We como atriz, pesquisadora e produtora.

Foto Feira 2016

Maria Luci Cardoso Leite é escritora e voluntária. Publicou seu primeiro livro tendo como co-autor – Círio Dutra lançado na Feira do Livro de Porto Alegre em 2008 sendo selecionado para concorrer ao livro do Ano pela AGES tendo se classificando entre os sete melhores em Poesia.

Em 2010 foi selecionada na Lei de Incentivo a Cultura Microcrédito com o Livro Canoas em Poesias Crônicas e Fotos.

Em 2016 lançou Mini Álbum com cartões postais da cidade de Canoas. No ano seguinte realizou o Projeto de Cartões Postais avulsos da cidade de Canoas.

Publicou o Livro infantil a Patinha e o Cachorro.

Possui um trabalho voluntário na Casa do Poeta de Canoas atuando como Presidente da entidade já na quinta gestão.

Coordenadora do Colegiado Setorial do Livro leitura e Literatura, pertence ao Conselho Municipal de Cultura. Por forte atuação na literatura da cidade, onde atua e coordena a Feira do Livro descentralizada do Bairro Mathias Velho, ganhou vários prêmios entre eles Picucha Milanêz, Embaixadora da Leitura, Troféu Destaque Cultural da Revista Atual, Troféu Destaque Cultural da Revista Nossa Gente. Destaque como Incentivadora da leitura na 34º Feira do Livro. Como presidente da Casa do Poeta criou muitos Projetos entre eles Grupo de Canto Coral Adulto, Grupo Vocal Canto e Prosa, Grupo Vocal Infanto Juvenil, Cafézinho Poético no Sesc, Cafezinho Poético Infanto Juvenil, DTG Rancho da Poesia da Casa do Poeta, em parceria com Sesc Canoas Confraria da Leitura , Literação, em parceria com Sesc Canoas.


Clique para ocultar a área de informações

Em atuação desde 1982, a Feira do Livro de Canoas é considerada a segunda maior do Rio Grande do Sul. Ao longo dos últimos anos, a atração vem se desenvolvendo de maneira intensa, buscando o aprimoramento e a qualificação. A Feira do Livro de Canoas faz parte do Circuito Nacional de Feiras de Livro da Fundação Biblioteca Nacional e do Ministério da Cultura. Em 2017, a feira homenageou o escritor Ziraldo e recebeu mais de 100 mil visitantes. Na contramão de outros eventos do mercado literário, a Feira do Livro de Canoas registrou aumento de 15% nas vendas.

FOTO 1  

 
Clique para ocultar a área de informações

A história da cidade começa a a partir da construção da linha férrea entre Porto Alegre e Novo Hamburgo, no ano de 1873, que dividiu a fazenda Areião do Meio, propriedade familiar da ilustre Baronesa do Gravataí. Operários fixam residência ao longo dos trilhos e, com suas famílias, originam um pequeno vilarejo, vinculado ao 7º Distrito de Sapucaia do Sul.

Com a linha ferrea é construída a Estação da Estrada de Ferro, em 1905, obra que intensifica a ocupação e atrai novos moradores. Multiplicam-se as residências, comércios e ruas do povoado. Posteriormente, a estação viria a ser demolida para viabilizar as operações do Trensurb. Em 1948 Esteio é desmembrada do 7º distrito de São Leopoldo, passando à categoria de Vila.

Em plesbiscito, realizado em 1953, o povo de Esteio opta por concretizar o sonho de uma cidade independente. No ano seguinte, Frainer é eleito o primeiro prefeito do recém-nascido município de Esteio.
Graças à posição privilegiada na Região Metropolitana e ao empenho de um povo trabalhador e solidário, Esteio possui uma vocação natural para o crescimento. Casa de fortes indústrias tradicionais e um pólo comercial em constante crescimento, a cidade reúne alguns dos melhores indicadores de renda, saúde e educação da Região Metropolitana de Porto Alegre.
Na cidade, qualidade de vida e desenvolvimento caminham juntos, construindo uma cidade boa para viver, investir, trabalhar e crescer.
Na economia, no setor industrial se destaca e abrange as áreas de metalurgia, vestuário, tecidos, produtos alimentares e mecânica. Entre os principais manufaturados estão óleo vegetal, plástico, papel, cimento, ração e proteína vegetal.

         
Clique para ocultar a área de informações

Lílian Monteiro faz parte da Trupe das Gracinhas como atriz e produtora, um grupo de teatro e mediação de leitura que traz brincadeiras clássicas infantis, adaptável pra rua, palco ou sala fechada. As Gracinhas pretendem relembrar formas simples e divertidas de brincar e contar histórias incentivando a leitura, o contato com as diversas formas de arte, buscando alternativas para o desenvolvimento social.

Durante o ano de 2016 participou do projeto Leitura nas Praças como Mediadora de Leitura, gerenciando e incentivando empréstimos de livros das bibliopraças e contando histórias nas praças, subprefeituras, Biblioteca Pública e feiras do livro.

Em Outubro de 2015 fez a produção executiva do projeto Automákina circulando a cidade dia 24/10 /15 na Praça Dona Mocinha Bairro Niterói, 25/10/15 no Parque Capão do Corvo Marechal Rondon, 31/10/15 na Praça da Juventude, Guajuviras , 01/11/15 na Praça do Campo de Futebol, Mathias Velho, 02/11/15 no Parque Eduardo Bairro Fátima e 05/11/15 bate papo sobre o projeto no Inventário com o grupo De Pernas Pro Ar.

Em 2015 fez a produção executiva do 5º Festia – Persistência e pé na tábua, realizado pelo grupo Tia Teatro , de 10 a 20 de setembro com atividades todos os dias em todos os quadrantes da cidade de Canoas, incluindo o Centro e a periferia, com apresentações gratuitas a população. Foi responsável pela hospedagem, transporte e alimentação dos grupos locais e de outros estados que se apresentaram durante o festival.

Além disso participa da revista de poesias Entreverbo como poeta, relações interpessoais e parte do conselho editorial. A Entreverbo Revista publica poesias e promove um Sarau no lançamento de cada edição, que é mensal, com integração da literatura, música, teatro e artes visuais. Fez parte também em 2014 da Trupe Imagem(na)Arte que faz uma intervenção de Mediação de leitura inspirada no livro Fahrenheit 451, escrito por Ray Bradbury.

Em 2014 participou da oficina de atores para teatro de rua com o grupo Mototóti, a oficina “A Poética do Teatro de Rua" com o Grupo TIA Teatro, Oficina Livre do grupo de teatro Galegos e Frangalhos ministrada por Bruno Prandini, e da oficina de Dinâmicas de espaço e relação corpórea; Percepção física. Desde 2013 faz parte do Núcleo de Pesquisas Beckett-We como atriz, pesquisadora e produtora.

Em 2013 participou da oficina de integração das artes: Percursos e Desafios da Criação Artística com os oficineiros: Renan Benitz. Em 1994 e 1995 participou da oficina de teatro sindical desenvolvido pelo grupo Ói Nóis Aqui Traveiz, e atuou no espetáculo de rua “De quem é a culpa, Zé?” resultante dessa oficina.

 

Clique para ocultar a área de informações

Programação da Feira

ATRAÇÕES DA FEIRA


Mauricio Negro

Mauricio Negro

Mauricio Negro 

Ilustrador, escritor, designer, pesquisador e consultor de projetos identificado com temas ambientais, identitários, tradicionais, populares e contemporâneos, sobretudo relacionados à diversidade brasileira. É comunicólogo pela ESPM/USP e pós-graduando em gestão cultural pelo Senac SP.

Ex-membro do conselho gestor da Sociedade dos Ilustradores do Brasil (SIB), participou da organização de muitos eventos, fóruns, publicações, encontros, oficinas e exposições. Como ilustrador assina mais de duas centenas de livros de autores brasileiros e estrangeiros. É o artista que mais ilustrou livros de escritores indígenas, ou então relacionados ao tema, acompanhando e participando desse protagonismo literário desde os primeiros momentos. Como autor já publicou diversos livros, no Brasil e no exterior.

Participou de eventos, catálogos, exposições e recebeu diversos prêmios e certificações – NOMA UNESCO, White Ravens, AGES Infantil, Distinção Prêmio Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, The Merit Award/Hiii Illustration, CJ Picture Book Festival, Salão Internacional para Imprensa de POA, Bratislava, Jabuti etc – em países como Alemanha, Argentina, Brasil, Coreia, China, Eslováquia, Itália, Japão, México, Rússia, Suécia, Uruguai, entre outros. Muitos de seus trabalhos receberam o selo Altamente Recomendável, outorgado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).

Além do segmento editorial, também realiza projetos gráficos de CDs, identidade visual, cartazes, embalagens e, mais recentemente, para plataformas audiovisuais, coordenando o Negro Design Studio desde meados dos anos 1990. Viveu por um período em Paris, França. Nasceu e reside hoje na capital paulista; nas matas e praias da infância e juventude mora a sua memória afetiva.

Para saber mais: https://about.me/mauricionegro

 

Clique para ocultar a área de informações

Manuel Filho

Manuel Filho

Escritor, vencedor do prêmio Jabuti em 2008, possui mais de 40 livros publicados por editoras como Melhoramentos, Ática, Saraiva, Editora do Brasil, Panda Books, Mundo Mirim, Prumo, Paulus, Besouro Box, Escala Educacional, entre outras. Em 2015, foi o patrono da 24ª Feira Literária da cidade de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul.

 

Seu livro, “O Sumiço da Lua” integrou o catálogo da Feira do Livro Infantil de Bologna, em 2015. E sua obra “Sensor, o Game”, fez parte do catálogo oficial da CBL, Câmara Brasileira do Livro, na feira do livro em Frankfurt. Foi finalista, em 2013, do prêmio Açorianos de literatura com o livro “A Menina Que Perdeu o Trem”.

 

Também trabalha como ator e já participou de grandes espetáculos teatrais como Os Lusíadas, O Mágico de Oz e a Luta Secreta de Maria da Encarnação, último espetáculo escrito por Gianfrancesco Guarnieri. Escreveu para revistas, televisão e rádio. Nasceu na cidade paulista de São Bernardo do Campo, em 06 de março de 1968.


Clique para ocultar a área de informações

Leo Chaves

Leo Chaves

Leo Chaves nasceu em 1976 em Abre Campo, Minas Gerais, e é integrante da dupla Victor & Leo, na qual atua como compositor, cantor, arranjador e produtor, sendo reconhecido como um dos principais artistas nacionais há dez anos.
Além de músico, Leo Chaves é também empresário do agronegócio, Presidente Fundador do Instituto Hortense e palestrante motivacional, certificado pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística e Master Practitioner pelo Instituto Você. Nos últimos anos, tem se aprofundado nos estudos de gestão da emoção, filosofia e educação familiar e escolar.
Neste livro, o autor nos brinda com uma ficção que transmite conceitos de inteligência emocional, superação e crescimento pessoal, os quais ele aprendeu ao longo de sua trajetória e com os quais trabalha em suas palestras.

Clique para ocultar a área de informações

Kalunga

Kalunga

Kalunga nasceu em Jaguarão e mora em Caxias do Sul. Possui 35 livros publicados, sendo que  quatro deles são pelas Editora Paulinas. Conquistou prêmios no Brasil e Exterior, e tem textos seus adaptados para o teatro. Participa de feiras do livro e eventos literários  com as Paulinas pelo Brasil. 

 

Clique para ocultar a área de informações

ATIVIDADES DA FEIRA

    Gastronomia

    Gastronomia

    Mais que receitas, a gastronomia passou a ser uma inspiração e um estilo de vida das pessoas

    Eventos culturais

    Eventos culturais

    Além da literatura, peças de teatro, cinema, apresentações musicais estão na programação

    Autógrafos

    Autógrafos

    Quase 30 escritores irão autografar seus livros no espaços da Feira do Livro de Canoas

    Encontros

    Encontros

    Vão ocorrer mais de 40 encontros de escritores com o público nos espaços da Feira do Livro

    Histórias

    Histórias

    Mais de 30 contações de história serão promovidas durante a Feira do Livro

crédito foto Vladimir Ferrigato

Escritor, vencedor do prêmio Jabuti em 2008, possui mais de 40 livros publicados por editoras como Melhoramentos, Ática, Saraiva, Editora do Brasil, Panda Books, Mundo Mirim, Prumo, Paulus, Besouro Box, Escala Educacional, entre outras. Em 2015, foi o patrono da 24ª Feira Literária da cidade de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul.

 

Seu livro, “O Sumiço da Lua” integrou o catálogo da Feira do Livro Infantil de Bologna, em 2015. E sua obra “Sensor, o Game”, fez parte do catálogo oficial da CBL, Câmara Brasileira do Livro, na feira do livro em Frankfurt. Foi finalista, em 2013, do prêmio Açorianos de literatura com o livro “A Menina Que Perdeu o Trem”.

 

Também trabalha como ator e já participou de grandes espetáculos teatrais como Os Lusíadas, O Mágico de Oz e a Luta Secreta de Maria da Encarnação, último espetáculo escrito por Gianfrancesco Guarnieri. Escreveu para revistas, televisão e rádio. Nasceu na cidade paulista de São Bernardo do Campo, em 06 de março de 1968.


IMPRENSA

    Última notícia
  • 09-07-2018 16:07
    Cerimônia marca encerramento da 34ª Feira do Livro de Canoas

    Já caía a tarde do sábado (7) quando os últimos livros da 34ª Feira do Livro de Canoas foram comercializados. O evento foi encerrado oficialmente com um ato no auditório Thedy Corrêa. O prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato, prestigiou o último dia da feira. Ele esteve acompanhado da patrona Luisa Geisler, do secretário da Cultura e do Turismo de Canoas, Mauri Grando, e do vice-presidente da Câmara Municipal de...

Baixe os arquivos
  
Fotos e Vídeos
  
Artes
  
Releases
Contato

Organização da Feira do Livro
Para informações
E-mail dect@canoas.rs.gov.br
Fone 32361467, ramal 1467

Para agendamento de escolas
Fone 3425.7702, ramal 6407

Atendimento à imprensa
E-mail: imprensa@canoas.rs.gov.br

LOCALIZAÇÃO DA FEIRA