Recursos Humanos
Ramal 3471
Ramal 7602

Uma demanda antiga dos servidores de Canoas foi, finalmente, resolvida. Desde a década de 1990, alguns servidores enfrentavam problemas no processo de aposentadoria devido às promoções, o que altera o cargo de origem. Assim, o Tribunal de Contas apontava a divergência e, para o funcionário se aposentar com os vencimentos do último cargo, ele deveria entrar com processo judicial.

Para resolver o problema, a atual Administração realizou uma reclassificação do vencimento básico de carreira de alguns cargos. Com a promulgação da lei em questão, a situação funcional de 142 servidores da ativa e aproximadamente 100 inativos vai ser regularizada, sem prejuízos financeiros.

O ato de assinatura da determinação aconteceu na tarde desta quinta-feira (17) pelo prefeito, Luiz Carlos Busato, e cinco servidores. O secretário de Planejamento e Gestão, (SMPG), Paulo Accinelli, explica que a Constituição Federal de 1988 determinou que o servidor público só pode mudar de cargo mediante a novo concurso público. Na Prefeitura de Canoas aconteceram duas promoções com alteração de cargo, o que causava apontamento do Tribunal de Contas no processo de aposentadoria, determinando que o servidor voltasse ao cargo de origem, o que ocasionava perda salarial.

“Todo o estudo e o projeto de lei aprovado garantem que os servidores não tenham perda salarial, para garantir que a aposentadoria se dê com os vencimentos que recebem no última função”, salienta o secretário. Para Busato, a iniciativa vem comprovar o compromisso que a atual gestão tem com o funcionalismo público. “Essa era uma reivindicação antiga e, como nossa gestão prioriza o servidor, realizamos um esforço conjunto para atender a essa demanda”, comenta o prefeito.

“Cada prefeito prometeu resolver, mas só agora, de fato, o problema foi solucionado. Essa é a garantia que não vamos ter apontamentos do Tribunal de Contas no processo de aposentadoria e não passaremos por transtornos”, comenta a servidora há 28 anos, Dionéia Arboitte.

A Prefeitura firmou um novo contrato para o fornecimento de rancho aos servidores municipais. A licitação foi feita com base no nível de qualidade dos produtos, mas sem exigir marcas específicas. Isso possibilitou uma ampliação da concorrência e a redução dos preços. O vencedor da licitação foi Atacadão Comércio de Gêneros Alimentícios.

Nos três tipos de ranchos básicos, pouca coisa mudou: no Rancho Tipo 1, foi substituído um pacote de sabão em barra por mais um de sabão em pó, para lavagem de roupas. Além disso, foi retirado o item charque. No Rancho Tipo 2, houve apenas a mesma substituição do sabão. Outra novidade é que os servidores ativos também podem optar agora pelo Rancho Tipo 3, que até o ano passado era disponibilizado apenas para aposentados e pensionistas.

Com a manutenção da qualidade dos produtos, vai haver pouca substituição de algumas marcas. Conforme amostras do fornecedor, serão trocadas as marcas do gel dental e do café para os três tipos de rancho.

A redução de valores do rancho mensal é significativa. No Rancho Tipo 1, o valor caiu R$ 55,13, custando no total R$ 203,04. No Tipo 2, a redução foi de R$ 40,97, fechando um valor total de R$ 153,49. Já no Tipo 3, o preço baixou R$ 23,47, ficando por R$ 99,05. Agora, o servidor poderá optar, por exemplo, por um rancho com valor total de menos de R$ 100.

> Clique aqui e confira os novos valores

Cada faixa salarial tem um percentual de desconto para recebimento do rancho, sendo o restante subsidiado pela Prefeitura. Quem recebe até R$ 1602,16, por exemplo, terá descontado 30% do valor do rancho no contracheque. Para quem recebe entre R$ 1602,16 e R$ 2883,89, será descontado 40%. Quem ganha de R$ 2883,89 a R$ 6408,64, pagará 50% do valor do rancho. Já quem recebe acima de R$ 6408,64, arcará com 75% do valor do rancho escolhido.

 

A engenheira de tráfego da Prefeitura de Canoas, Tânia Torres, já está de malas prontas para Washington, nos Estados Unidos. Na terça-feira (15), a servidora da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade (SMTM) vai apresentar um artigo no Transportation Research Board Anual Metting, congresso que reúne especialistas da área de transportes de todo o mundo e que ocorre de 13 a 17 de janeiro.

O passaporte para a participação de Tânia no congresso foi conquistado pelo trabalho de pesquisa desenvolvido no curso de doutorado em Engenharia de Produção - Sistemas de Trânsito, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Escrito em parceria com as engenheiras Rafaela Machado, Ana Margarita Uriarte e Christine Nodari, o artigo selecionado abordou os fatores da estrutura urbana que contribuem para acidentes com motocicletas.

Na pesquisa, o grupo de engenheiras investigou as relações de diversos elementos da composição urbana, como diversidade do uso do solo e iluminação pública, com a ocorrência de acidentes com motocicleta. Por meio de cálculos de probabilidade, as pesquisadoras concluíram que a iluminação pública e o comprimento médio das quadras são características essenciais da estrutura urbana. A condição desses elementos impactam diretamente na redução de lesões fatais em acidentes envolvendo motociclistas.

Impacto em Canoas

As pesquisas desenvolvidas pela servidora, porém, não ficarão restritas ao mundo acadêmico. A experiência científica adquirida na universidade, de acordo com Tânia, servirá para qualificar a análise dos problemas de trânsito de Canoas. Em parceria com funcionários de outras secretarias, ela está envolvida no processo de construção do Plano de Mobilidade de Canoas, que deve ser concluído neste ano.

A experiência adquirida pela servidora em pesquisa com utilização de banco de dados robustos, como Canoas está construindo, servirá para solidificar o texto final do documento, além de introduzir novas perspectivas para a política de trânsito da cidade.

“Canoas já desenvolve um trabalho destacado em desenvolvimento de base de softwares e de georreferenciamento. Com essa base, aliada às pesquisas desenvolvidas na universidade, é possível trazer para a cidade tendências em pesquisa e prática da engenharia de transportes, além de desenvolver pesquisas capazes de orientar a tomada de decisão e intervenções, especialmente na segurança viária”, avalia Tânia.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente entrou no clima natalino de uma forma criativa e ecologicamente correta este ano. A decoração de Natal para a secretaria foi toda confeccionada a partir de materiais recicláveis e feita pelos servidores.

A ideia para a produção das peças partiu da servidora Carla Rosane de Farias, assessora de expediente, que também coordenou os processos de produção dos enfeites. Segundo Carla, que trabalha na secretaria a seis anos, a lembrança das decorações dos natais anteriores, que eram feitas em poucos setores e de forma mais "isolada", a motivou a tomar a iniciativa. "A proposta era uma ação mais colaborativa e que envolvesse todos os servidores da SMMA e despertasse ainda mais a consciência ecológica nos servidores", concluiu ela. A iniciativa foi absorvida rapidamente pelos colegas, que ajudaram na mobilização.


Após definida a proposta, foram determinados quais os objetos decorativos seriam produzidos a partir de pesquisas feitas na internet, o que levou também a orientação de quais materiais deveriam ser usados e como monta-los. Com estas informações, toda a secretaria se envolveu com tarefas de confecção dos enfeites, busca de objetos recicláveis e captação de doações em dinheiro entre os colegas da secretaria para a compra de materiais de acabamento, como tintas, pinceis e cola.

No total, foram produzidas quatro árvores de Natal, cinco guirlandas, oito móbiles de anjo, seis arranjos de mesa, um coral de anjos e cinco bouquets com seis rosas cada. As peças foram distribuídas entre todos os setores da secretaria, e o resultado você pode ver acessando a galeria de fotos clicando aqui.

 

Com foco no fortalecimento da educação de Canoas, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (SMPG), já realizou a convocação de 487 novos servidores na educação, desde 2017. As chamadas contemplaram professores nas áreas de artes, ciências, educação física, história, geografia, inglês, português, matemática, educação especial, música, entre outros.

Desde o início da atual gestão, foram chamados 599 concursados. Destes, 347 já tomaram posse na Prefeitura. Além dos profissionais da educação, ainda foram convocados 79 técnicos, 26 analistas e sete procuradores municipais. Entre as funções, estão técnico em trânsito e transporte, técnico em segurança do trabalho, gestor administrativo, nutricionista, médico veterinário, bibliotecário, jornalista, arquiteto, entre outros.

A Prefeitura informa que os servidores já podem contratar o empréstimo para o recebimento do 13° salário. A operação está disponível, a partir da manhã desta terça-feira (18), de três formas:

1- Por meio do aplicativo do Banrisul
2- Pelo internet banking
3- Em qualquer agência do Banrisul no Brasil

O Banrisul informa que quem tem conta registro só vai ter a operação liberada a partir desta quarta-feira (19).

O pagamento do 13° aos servidores será feito em uma parcela. O Município pagará o empréstimo ao Banrisul em cinco prestações.

O Banrisul promete reforçar as equipes e estender o horário de atendimento. Nas agências de Canoas, excepcionalmente hoje, o horário será até as 17h. Na quarta, quinta e sexta-feira, o horário de atendimento nas agências de Canoas será das 9h às 16h. Nas demais agências, observar o horário de cada município.

Passo a passo para contratar empréstimo pelo aplicativo:

1. Acesse a sua conta no aplicativo
2. Acesse o menu “Empréstimos”
3. Escolha a opção “Outros empréstimos”
4. Escolha a opção “Empréstimo”
5. Selecione a opção “CPB Servidor Municipal RS”
6. Vai aparecer uma tela com o valor do empréstimo e 5 parcelas (negociação efetuada pela Secretaria da Fazenda com o Banrisul, com os juros a serem pagos pelo Município)
7. Clicar em “Simular”
8. Selecionar o botão da declaração de que leu e entendeu as condições
9. Por fim, clicar em “Contratar”.
10. Clicar em “Confirmo” duas vezes.
11. Deve aparecer o recibo do empréstimo na tela do celular.

As parcelas são de 10/02 a 10/06 de 2019

Passo a passo para contratar empréstimo pelo home e mobile banking

1. Acesse a sua conta no site do Banrisul
2. Acesse o menu “Empréstimos”
3. Escolha a opção “Outros empréstimos”
4. Selecione o produto "CPB Servidor Municipal RS
5. Escolha a matrícula
6. Será exibido o valor, data e demais condições da operação
7. Será exibido o texto relativo à ciência das condições do contrato. Pressionar Entra para confirmar.
8. Após confirmar a contratação, será exibido o comprovante para impressão.

Dúvidas quanto ao aplicativo

Caso a operação não se concretize pelo celular, o servidor deverá se dirigir a uma agência do Banrisul para verificar se há alguma pendência de atualização cadastral ou restrição de contratação junto ao Banrisul.

Perguntas frequentes:

Como o servidor deve agir?
O servidor deverá optar por uma das 3 modalidades disponíveis para contratação do empréstimo:

1) aplicativo do Banrisul para celular: quem já possui o aplicativo, poderá utilizar a contratação seguindo as instruções do passo a passo. Para quem ainda não possui o aplicativo do Banrisul no celular deve baixa-lo e habilitar o uso do sistema em qualquer caixa eletrônico do Banrisul, utilizando cartão e senha. A contratação está disponível desde às 10h30 da manhã de hoje (18).

2) site do Banrisul (home banking), mediante uso do equipamento de leitor do cartão Banrisul para operações na internet, seguindo as orientações do site. A contratação está disponível desde às 10h30 da manhã de hoje (18).

3) assinatura de contrato físico em qualquer agência do Banrisul (não precisa ser apenas em Canoas), válida para servidores ativos, inativos e pensionistas. A contratação está disponível desde às 10h30 da manhã de hoje (18).

Atenção!!
As modalidades 1 e 2 dispensam o funcionário de assinatura de documento físico, pois é utilizada a senha digital para contratação.
Para a modalidade 3, o servidor deverá levar documento de identidade com foto para assinar o contrato.

Qual documento devo levar para o caso de opção pela assinatura do contrato físico em alguma agência do Banrisul?

O servidor deve levar um documento de identificação com foto (RG ou CNH).

Quem recebe em outro banco ou possui conta poupança no Banrisul, como procede?

Os servidores que possuem conta registro (que recebem em outro banco) ou conta poupança no Banrisul (iniciadas pelos números 38 ou 39, respectivamente) devem procurar a agência do Banrisul com a qual tenham relacionamento com os seguintes documentos: RG, comprovante de rendimentos e comprovante de endereço para abertura de conta-corrente para contratar a operação.

Quem possuir alguma restrição de crédito com o Banrisul terá essa possibilidade também?

A Secretaria da Fazenda divulgará informação sobre o pagamento de quem possuir restrição.

Servidor ou inativo impedido de comparecer a uma agência do Banrisul para assinatura de contrato deve proceder como?

O contrato pode ser assinado por um representante com procuração que autorize a realizar a operação, caso a pessoa deseje optar por essa modalidade, ou poderá utilizar as modalidades 1 ou 2 indicadas acima, caso preencha os requisitos.

Como deverão proceder os aposentados e pensionistas?

Deverão observar as orientações divulgadas pelo Canoasprev e escolher uma das 3 modalidades acima informadas.

Como ficará o vencimento da parcela que já contratei em junho?

O pagamento da contratação ocorrerá em 10 de janeiro, e será realizado pela Prefeitura.

Como ficará o vencimento da parcela que estou contratando em dezembro?

O pagamento da contratação ocorrerá em 5 parcelas, de 10 de fevereiro a 10 de junho de 2019, e será realizado pela Prefeitura.

Quem pagará os juros das operações?

A Prefeitura realizará o pagamento dos juros das duas operações, tanto a contratada em junho, quanto a contratada agora.

Ainda tenho dúvidas. Onde consigo mais informações?

Pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Servidor, nos ramais 4832 e 4805, ou se dirigir a qualquer agência do Banrisul.